Cão de sexta

17:13 Pétalas delicadas 0 Comments

Momento de fofura no Pétalas delicadas *--------*








Isso hoje não é só sexta 13, Hoje também é dia de quê?

Isso isso, isso,  Cão de Sexta, e como há duas semanas eu não publico nada a respeito, hoje não vou deixar meus leitores na mão, afinal sempre é bom conhecer um pouco sobre a raça do nosso cãozinho para poder entender-los melhor, e cuidar da forma correta. 

A pedido de uma leitora, desde a semana passada, a raça de hoje é  Husky Siberiano. ♥♥♥

Apesar de sua cara de lobo, engana-se quem pensa que é um animal anti-social, pelo contrario, os Huskys são dóceis, e adoram a companhia de outros animais. São cães com bastante energia, brincalhões, atenciosos, e adoram se exercitar, por tanto caminhadas e corridas são ótimos exercícios. 


Origem 


O povo Chukchi do nordeste da Ásia desenvolveu a raça hoje conhecida como Husky Siberiano. Sua origem é desconhecida, mas ele é obviamente do grupo spitz, que evoluiu por centenas de anos como um cão de trenó para esses povos nômades. Durante a corrida do ouro no Alasca, os cães se tornaram parte vital da vida nas regiões do Ártico, e as corridas de cães eram o entretenimento preferido. As corridas de apostas no Alasca, que cobriam mais de 600 km entre Nome e Candle, eram muito populares, e em 1909 os Chukchi trouxeram da Sibéria a primeira equipe de huskies. Menores e mais dóceis do que a maioria dos competidores, eles despertaram pouca admiração, com exceção de um criador, que de tão impressionado, importou 70 cães para treiná-los para a corrida de 1910. Suas três equipes chegaram em primeiro, segundo e quarto lugar, e assim marcaram um momento de incomparável domínio dos Huskies nessa corrida. Ao longo do ano, os cães de mantiveram como puxadores de trenó, mas em 1925 alcançaram seu maior sucesso. Equipes de huskies correram 540 km com soro salva-vidas para a difteria que atingia Nome e foram responsáveis por salvar a cidade. Existe uma estátua em homenagem a esses cães no Central Park. Os primeiros huskies siberianos chegaram ao Canadá e depois aos Estados Unidos por volta dessa época. O AKC reconheceu a raça em 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos siberianos trabalharam em equipes de busca e salvamento do Exército Americano, conquistando mais tarde a admiração do público. A popularidade da raça continuou a crescer até se tornar tão amado como cão de estimação quanto era como cão de exposição ou de trenó. Ele continua a ser uma das mais populares raças do Ártico.



Temperamento do Husky Siberiano
Divertido, aventureiro, alerta, independente, inteligente, teimoso, travesso e obstinado. Tudo isso descreve o Husky Siberiano. Essa raça adora correr sempre que pode. Geralmente se dá bem com outros cães da casa. Na verdade, ele é um cão muito social que precisa da companhia de outros cães ou de seres humanos. Ele pode caçar gatos ou gado. Alguns uivam, cavam e roem.


Cuidados 

Esse é um cão ativo, uma raça criada para correr quilômetros sem se cansar. Ele precisa de amplos exercícios todos os dias, seja em longas corridas ou longos passeios sem coleira em área segura. Ele também adora puxar e gosta de tempo frio. Seu pelo precisa ser escovado uma a duas vezes por semana. Todos os dias, durante as trocas de pelo.

Saúde 


Principais Preocupações: nenhuma
Preocupações Menores: Atrofia Progressiva da Retina, distiquíase, catarata, opacidades corneanas
Vistos Ocasionalmente: displasia de quadril glaucoma
Exames sugeridos: olhos (quadril)
Expectativa de Vida: 11-13 anos





Fonte: Tudo sobre o Husky SIberiano http://tudosobrecachorros.com.br/2012/12/husky-siberiano.html#ixzz3UIXEWodJ 





0 Pétalas:

Olá! Obrigado pela visita.
Que tal dizer o que achou? Vou adorar saber.

Deixe o link do seu blog, quero conhecer!