Dog da Sexta

19:04 Pétalas delicadas 0 Comments

Bom hoje começando sobre os cut cuts vou falar sobre os DÁLMATAS sou suspeita para falar pois tenho um que é meu xodó.

Com suas manchas, é a raça mais diferente e destacada de todas, mas a origem dessa raça é desconhecida. Na verdade, apesar de evidências artísticas indicarem uma origem antiga, não se sabe a época e o local de surgimento dessa raça. Seu nome vem de Dalmatia, uma região no oeste da Iugoslávia, mas é provável que ele não tenha se originado ali. Entre seus ancestrais pode haver algumas versões do Great Dane manchado ou de Pointers, o que também é mera especulação. Até mesmo a função original da raça é desconhecida, isso porque o Dálmata já foi usado para as mais variadas funções e nunca ficou sem emprego. Essas funções já incluíram cachorro de briga, pastor, cão de tração, caçador de ratos, e até mesmo cão de circo. Mas foi como cão de carruagem na Inglaterra Vitoriana que ele encontrou seu lugar.



  • Raça: Dalmata
  • Origem: Croacia
  • Porte: Médio
  • Grupo: Farejadores
  • Finalidade: Cães de companhia
  • Adestramento: O número 39 na escala de inteligência
  • Pelagem: Pelos curtos, duros, lisos e brilhantes
  • Cores: Brancos, quer com manchas pretas ou fígado
  • Expectativa de vida: De 10 a 12 anos
  • Atividade física: Alta
  • Cuidados especiais: Não vive confortável em temperaturas baixas e não deve ser deixado a viver no exterior, pelo menos durante as noites mais frias
  • Personalidade do: Leal, inteligente e ativo
  • Características do: Brincalhão, com expressão inteligente
  • Cachorro para apartamento: Não
  • Cachorros para crianças: Não
  • Comportamento

  • O dálmata é extremamente social e precisa da companhia humana e atenção.
  • Ele é extremamente sensível e não é recomendado deixá-lo sozinho por um longo período de tempo pois fatalmente ficará entediado e deprimido.
  • O Dálmata não é recomendado para casas com crianças pequenas, devido à sua natureza exuberante e indisciplinado.
  • Dálmata normalmente se dá bem com os animais domésticos mas pode mostrar agressividade para com alguns cães.
  • Esta raça é indiferente com estranhos e é um excelente cão de guarda, só late quando absolutamente necessário.

  • Dálmata – Atividade Física




  • Criados para acompanhar cavalos, os Dálmatas são cães velozes e resistentes.
  • A um ritmo moderado conseguem correr um dia inteiro.
  • O Dálmata é bastante exigente no que diz respeito ao nível de exercício diário.

  • Dálmata – Pelagem




  • O pelo curto não exige muitos cuidados e escovagens semanais são suficientes.
  • O Dálmata larga bastante pelo, sobretudo na época da troca, duas vezes por ano.

  •  Necessidades de Nutrição




  • Dalmata adulto deve ser alimentado com uma dieta equilibrada, com calorias restritas para não ganhar muito peso.
  • No Filhote de Dalmata a dieta durante o crescimento condiciona a saúde do cachorro na fase adulta.
  • A plena satisfação das necessidades nutricionais do cachorro em crescimento possibilita assegurar essa etapa crucial em sua vida.
  • Como regra geral, a dieta de um cachorro deve levar em conta, sem qualquer excesso ou deficiência, as características específicas da espécie canina, raça e a diversidade de tamanhos, além de sua capacidade de digerir os nutrientes de forma adequada.
  • Filhotes de Dalmata devem ser alimentados com uma ração de filhotes com alto conteúdo de vitaminas.

  • Dálmata – Cuidados com a Saúde

    Vacinação



  • Vacinar seu cachorro é um ato de compromisso, e amor.
  • Além de garantir sua imunidade frente a doenças perigosas e fatais, ao vacinar seu cachorro você contribui para a saúde pública, pois algumas das doenças de cães que as vacinas previnem, como a raiva e a leptospirose são zoonoses, ou seja, atingem também os seres humanos.

  • Vermifugação



  • Vermifugação em cães é uma rotina que deve ser adotada de tempos em tempos, conforme orientação de um veterinário, independentemente da presença ou não de vermes intestinais no organismo do cachorro.
  • Os vermes intestinais podem estar presentes nos cães principalmente em filhotes desde o seu nascimento.
  • A vermifugação irá auxiliar no bem-estar e na saúde do seu cão, fazendo com que ele elimine estes vermes.
  • O mesmo vermífugo utilizado para a eliminação dos vermes é também administrado como medida preventiva.

  • O Pet Shop Portal Adverte: Nunca medique seu melhor amigo sem o consentimento de seu medico veterinário, em casos de suspeitas de alguma doença leve-o a um profissional mais próximo de sua residencia

    Dálmata – Doenças mais Frequentes

    Em geral, o Dalmata é um cachorro saudável com poucos problemas clínicos, no entanto existem algumas doenças que são diagnosticadas com maior frequência nessa raça de cachorro como as descritas abaixo, porém, recomendamos que façam uma avaliação periódica com um médico veterinário de sua confiança

    Dálmata – Casos Clínicos

    O dálmata é suscetível a surdez, cálculos urinários e alergias de pele.

    Considerações Finais

    Dálmata é uma raça de cachorro maravilhoso para família e esportistas, essa raça não é recomendado para viver em apartamento por ser uma raça de cachorro muito ativo e grande. Por ser uma raça de cachorro muito ativo será necessário levar seu dálmata para corridas e passeios diários ou creches para cães onde profissionais qualificados irão proporcionar atividades necessárias para que o cão gaste energia e sinta se mais feliz.


    E aii gostaram ^ ^  eu adoreii
                                                                                       bjinhos da paty


    0 Pétalas:

    Olá! Obrigado pela visita.
    Que tal dizer o que achou? Vou adorar saber.

    Deixe o link do seu blog, quero conhecer!